segunda-feira, 20 de outubro de 2008

metamorfose

chega uma época na vida em que as coisas mudam de lugar
uma época onde metamorfoses sutis feito seda nas mãos de criança rebentam e se instalam
misturando-se aos velhos hábitos, à tatuagem de cicatriz, aos gostos pouco a pouco apurados (ou não) pelos caminhos afora
é nessa época que passamos a amar as pessoas pelos simples fatos da vida
um amor que vai se tornando etéreo e múltiplo de formas
eterno, sem saber

2 comentários:

lima disse...

Viva a vida!
Viva a maturidade!
Viva a evolução!
Beijos,
Lima

JuJu disse...

acho que sou extemporânea....sou da maturidade e quero vivê-la sempre mais.
Saudades, muitas.