quinta-feira, 4 de setembro de 2008

Lágrimas


foi vivendo que vi transformar
água salgada em doce água de navegar o amor
juntou o azul daquela alma
ao mel de seus olhos
vi o rio beijar o céu

4 comentários:

CIDA CORDEIRO disse...

FOI VIVENDO QUE VI TRANSFORMAR....
BELAS PALAVRAS EM POESIA....
PELOS PENSAMENTOS EM VIDA...
BEIJOCAS..
CIDA CORDEIRO

Anônimo disse...

Estou te esperando.Vini

lima disse...

Ramalho, DEUS nos emprestou o que somos e o que temos. Com o amor o procedimento foi diferente. Ele nos deu para que posssamos transcender,fazer a diferença e nos eternizar.
Beijos, Lima

Anônimo disse...

Que poema lindo, jaque
continue transformando sua inspiração em palavras de vida.
Luis