sábado, 3 de maio de 2008

Lágrima

Haverias, certamente, de ser somente
a semente que nascesse
e germinasse poesia.

Um comentário:

JuJu disse...

Essas, germinadas, nos dariam livros de poesias tão amadas, que seria impossivel não se apaixonar...

suas palavras tem um sentimento tão gostoso de compartilhar. Obrigada por nos permitir isso.
Beijos